Zaady

CNN Brasil demite Leandro Narloch após declarações homofóbicas

A CNN Brasil decidiu pela demissão do jornalista Leandro Narloch, após ele provocar muita indignação na última quarta-feira, 08, ao fazer um comentário sobre gays e o HIV, distorcendo pesquisa para afirmar que “é pequena” a mudança na regra para doar sangue, que agora permite homossexuais do sexo masculino.

Segundou o site NaTelinha, Narloch será desligado da emissora de notícias nesta sexta, 10, após a enorme repercussão negativa de suas falas, quando foi acusado de homofobia. Pressionada, a CNN tomou a decisão, também para passar uma impressão que não compactua com as declarações do jornalista e entende as críticas que ele vem recebendo.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) revogou a norma que proibia a doação de sangue por homens que praticam sexo com outros homens, cumprindo determinação do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgou a restrição discriminatória.

Durante participação no programa Live CNN de quarta-feira, Leandro Narloch foi chamado para comentar a mudança e surpreendeu. “A mudança, na verdade, é pequena. Ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual [sic] do indivíduo”, começou ele, errando a expressão “orientação sexual” (a citada está em desuso porque ninguém opta por ser gay ou heterossexual).

Por redação

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

Instagram

Facebook 

You Tube