Zaady

Uber: motoristas do Reino Unido receberão agora salário mínimo e férias

A empresa Uber irá classificar cerca de 70 mil motoristas do Reino Unido como trabalhadores com direito a benefícios trabalhistas. A medida passou a valer desde a última quarta-feira, 17, após a companhia perder o recurso no Supremo Tribunal em fevereiro deste ano.

Os motoristas ainda não serão considerados empregados em tempo integral, mas terão direito a férias e também receberão um salário mínimo na tarifa de condução. Os benefícios são válidos para os condutores inscritos no plano de previdência.

Embora a medida seja vista como uma grande vitória, existe alguns pontos que merecem ressalvas. Por exemplo, os motoristas só receberão o salário mínimo após aceitarem as corridas ao invés de receber o valor por hora.

Isso vai contra a decisão da Suprema Corte britânica. O texto afirma que “o tempo gasto trabalhando para o Uber não foi limitado [como a companhia argumentou] aos períodos em que eles estavam levando passageiros aos seus destinos, mas incluiu qualquer período em que o motorista esteve conectado ao aplicativo”.

Anteriormente, a Uber disse que os motoristas iriam receber pelo menos o salário base britânico, algo em torno de £ 8,72 por hora. Com isso, ela argumentou que as mudanças formariam um piso de ganhos, não um teto de ganhos.

Por redação

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

Instagram

Facebook 

YouTube

Assista abaixo o programa Personal TV: