Zaady

Netflix é acusada de causar impacto negativo em pessoas e no meio ambiente

Considerada como o maior serviço de streaming do o mundo, estudos sugerem que a Netflix possa estar sendo prejudicial aos seus usuários. Porém, o seu impacto pode alcançar todo o planeta, sendo capaz de contribuir no surgimento de doenças cardíacas, redução do desejo sexual e até mesmo variações do clima.

Segundo um relatório publicado pelo Journal of American Heart Association, em julho deste ano, telespectadores que passavam em média mais de quatro horas assistindo TV corriam um risco 50% maior de mortes prematuras ocasionadas por doenças cardíacas comparados àqueles que assistiam por menos da metade desse tempo.

Além disso, segundo especialistas do The Shift Project, a movimentação de dados de vídeo em várias redes digitais e móveis está resultando em uma enorme pegada de carbono. E esses números não param de crescer: a organização sediada em Paris apresentou uma previsão na qual as emissões geradas pela Era Digital teria um aumento de aproximadamente 2,5% em 2013 para 4% em 2020.

Anúncio

Todos esses dados se devem ao gigante crescimento do consumo de vídeo em todo o planeta. Ainda segundo os estudos realizados, assistir a um vídeo de alta definição, transmitido em um smartphone, por cerca de 10 minutos, pode equivaler a um forno elétrico de 2.000 watts em potência máxima, por cinco minutos.

Por Redação