Zaady

Ao lado de Pazuello e sem máscara, Bolsonaro participa de manifestação no Rio e causa aglomeração

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) fez um passeio de moto na manhã deste domingo, 23, no Rio de Janeiro, em meio a uma multidão de motociclistas. O trajeto foi de cerca de 60 quilômetros, entre a Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, e o Aterro do Flamengo, na Zona Sul. Bolsonaro cumprimentou, tocou e conversou com diversos apoiadores sem máscara, infringindo normas do local para conter o avanço da Covid-19.

A CPI da Covid no Senado, que investiga ações e omissões do governo federal na gestão da pandemia, deverá pedir à Prefeitura do Rio esclarecimentos sobre a aglomeração com participação do então presidente, segundo informou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

O passeio de motos, seguido de discurso de Bolsonaro e seus apoiadores, teve a participação de políticos como o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. No início de maio, Bolsonaro já havia feito passeio de moto por Brasília.

Bolsonaro chegou ao Rio de helicóptero, por volta das 9h30, e foi recepcionado pelo governador Cláudio Castro no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. De lá, seguiu para onde estavam seus apoiadores, reunidos em grande parte também sem o uso de máscara.

Após cumprimentar diversas pessoas, tocando em vários deles e também conversando, Jair  seguiu de moto, acompanhado pela multidão de motociclistas, em direção ao Monumento dos Pracinhas, no Aterro. O trajeto era feito também por batedores da Polícia Rodoviária Federal, que abriam o caminho com interdição das vias.

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

Instagram

Facebook 

YouTube