Zaady

iPhone pode ficar mais caro com guerra comercial entre Trump e China

A China e Estados Unidos vêm travando uma forte briga tecnológica e também comercial já faz alguns anos, e nos últimos conflitos deixou transparecer diversos índices críticos. Nesta semana, os asiáticos confirmaram o aumento de taxas sobre seus produtos com elevação de 10% para 25% nas tarifas alfandegárias de mais de 5 mil produtos norte-americanos, algo em torno de US$ 60 bilhões.

E isso ocasionará um forte impacto nos preços dos iPhones, pois importantes componentes para a montagem do smartphone vêm justamente da China. A medida foi uma represália ao aumento de Washington aos impostos de uma lista de itens chineses. Com a resposta oriental, o presidente Donald Trump, diz que a ação “só irá piorar as coisas”.

“Há 10 meses, a China vêm pagando aos Estados Unidos taxas de 25% sobre US$ 50 bilhões em alta tecnologia e 10% sobre US$ 200 bilhões em outras. Esses pagamentos são parcialmente responsáveis por nossos excelentes resultados econômicos”, disse Trump, via Twitter.

Logo em seguida, ele chegou a ameaçar aumentar os valores sobre outros tipos de bens, que ainda são pagos com 10%. “Os US$ 325 bilhões de dólares de bens adicionais enviados para nós pela China permanecem sem imposto, mas terão em breve uma taxa de 25%.” Essa proposta em questão ainda precisa de aprovação e, caso passe pelo congresso, deve começar a valer já no mês que vem.

Por Redação