Zaady

Claro recorre ao Cade contra rede única da TIM e Vivo

A fim de questionar a aprovação do compartilhamento das redes 2G, 3G e 4G entre as operadoras TIM e Vivo, recentemente emitida pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), a concorrente Claro apresentou um recurso ao órgão alegando que essa decisão pode gerar efeitos anticompetitivos. A relatoria foi distribuída nesta segunda-feira, 11, para a conselheira Lenisa Rodrigues Padro.

A Claro defendeu que a consolidação da rede permitirá que TIM e Vivo compartilhem sua atuação com terceiros. Contudo, segundo a mesma, a atual estrutura não garante isonomia para que terceiros participem do então projeto.

O recurso pede ao CADE que se faça uma oferta pública de roaming para localidades nas quais as operadoras são as únicas atuantes. A partir disso, as demais concorrentes poderão cumprir as obrigações de cobertura determinadas pela Anatel.

A Claro ainda solicita que as empresas mantenham uma infraestrutura independente para que, dessa maneira, representantes operacionais das operadoras atuem sem nenhum tipo de exclusividade. Essa regra impediria, por exemplo, que a TIM priorizasse o funcionamento da Vivo nos locais onde é a titular da rede (e vice-versa).

Por redação

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

Instagram

Facebook 

You Tube