Zaady

Porque Michael Jackson jamais será alcançado?

O ano de 1958 mudou o mundo, e não é exagero nenhum dizer isso! Neste ano nasceu em Gary, uma cidade no Estado de Indiana nos Estados Unidos, Michael Jackson, o rei do pop. O sétimo filho de uma família de nove irmãos, Michael frequentava uma congregação chamada: testemunhas de Jeová, onde visitava casas para pregar a palavra de Deus.
A sua criação, foi bastante rígida, enquanto Joseph Jackson, o pai,  trabalhava fora, eles viviam trancados em casa, mas ainda assim as vezes dava-se um “jeitinho” e conseguiam fugir para casa dos vizinhos onde passavam o dia cantando. Quando Joseph descobriu o que os filhos faziam, decidiu ganhar dinheiro com o talento deles.
Aos 11 anos o nosso eterno rei do pop começou a sua carreira profissional junto com mais 4 irmãos, mas seu talento se destacou, ofuscando o brilho do restante do grupo e no ano de 1971, decidiu trilhar seu próprio caminho musical, sem abandonar a banda, com o tempo a sua carreira solo decolou, obrigando-o a afastar-se do grupo musical. Sua estrela crescia cada vez mais, chegando a romper a barreira do racismo, pois era naquela época extremamente forte nos Estados Unidos. Seus álbuns chegaram a alcançar o número 1 nas paradas de sucesso, aliás, ele é o homem que mais vendeu disco no mundo, com o álbum Thriller no ano de 1982, além disso, quebrou outro paradigma ao ter a maior audiência de um clipe exibido na televisão, lançado simultaneamente em 27 países com 500 milhões de pessoas assistindo, vale lembrar que naquela época não existia Youtube. Ninguém acreditava que um homem negro chegaria ao topo do mundo naquele momento, sendo maior que os Beatles e Elvis, criando uma identidade visual incrível.
Sua revolução na indústria da música foi justamente seu apelo visual, seus clipes eram sempre megaproduções que enchiam os olhos, suas coreografias eram perfeitas e quase impossíveis de reproduzir. Um dos seus passos é até hoje mundialmente conhecido e copiado, o moonwalk.

Por Danilo Santos