Zaady

Escritora processa Padre Marcelo e se defende: “É meu direito”

Após processar o Padre Marcelo e também a Editora Globo pelo livro Ágape, a escritora Izaura Garcia resolveu se pronunciar diante das críticas.

“Muitas pessoas estão pensando que autorizei e depois descumpri. Não é nada disso. Eu saí pra comprar esse livro e, quando comecei a ler, me deparei com meu texto.

Entrei em contato e chegamos a um acordo que, posteriormente, seria corrigido. Infelizmente, não foi isso que aconteceu. Não quebrei o contrato e não estou atrás de mais dinheiro. Apenas estou cobrando aquilo que é meu direito” desabafou a mesma em um áudio exibido nesta sexta-feira, 23, em um programa de TV.

Para quem não sabe, a mesma alega não ter sido creditada por um texto que foi reproduzido em uma página e meia no livro do padre Marcelo.

Por André Zaady