Zaady

Cantora Perlla é acusada de deixar fornecedores de festa da filha no prejuízo

A cantora Perlla iria comemorar o aniversário de 8 anos de sua filha Pérola no dia 17 de março e conseguiu diversos fornecedores em troca de permuta. No entanto, devido à pandemia do novo coronavírus, a festa foi cancelada na véspera. Contudo, comida, bebida, doces, roupas e decoração, entre outros, já estavam prontos e os fornecedores afirmam que ficaram no prejuízo e sem divulgação.

Eles revelaram que foram procurados pela consultora de negócios Cris Con, que captava parcerias para Perlla. Ao menos 38 foram contratados para a ocasião. “E mesmo com tudo isso, a Cris ficava pedindo mais. Perguntava se conhecíamos alguém que fizesse churros, porque a Perlla ama churros. Tudo que ela pedia era porque a Perlla amava, nunca era porque a Pérola gostava”, conta uma fornecedora, que preferiu não ser identificada.

Segundo ela, o combinado era entregar o serviço e receber a divulgação no dia da festa por meio de vídeos postados no Instagram da artista. Mas as notícias sobre a pandemia do coronavírus e o fechamento dos negócios devido ao isolamento social preocuparam os produtores, que questionaram se o evento seria cancelado também.

“Quando o salão de festas fechou, a Cris pediu para entregarmos tudo, pois a Perlla ia cantar parabéns em casa só para a família. A festa estava confirmadíssima mesmo sabendo da pandemia e que não poderia haver aglomeração. Ela deixou todo mundo investir, preparar as comidas. Ali não tinha nenhum fornecedor rico, todo mundo fez tudo no sacrifício em troca de divulgação”, conta a mulher que se diz lesada.

“Ela cancelou a festa um dia antes, quando todos estavam com tudo pronto. Não acho que ela deveria fazer a festa, mas poderia ao menos comprar o que pediu, pois sabia que o prejuízo seria grande. São produtos de alta qualidade e foram personalizados, tinham o tema da festa da filha dela, que era Barbie. E ela não divulgou absolutamente nada”, continua.

Em um grupo de WhatsApp, os empresários que receberiam a divulgação foram informados que a festa seria realizada após o fim da pandemia. Mas, esta semana, ficaram sabendo pela imprensa que Perlla e Cris haviam brigado. “O que acho errado é que em nenhum momento fomos procurados. O grupo ainda existe e em nenhum momento a Cris entrou em contato para falar que as duas se desentenderam. Não teve nenhuma satisfação”, diz outra pessoa prejudicada.

Esta não é a primeira acusação do tipo que surge sobre a funkeira. Nesta semana, Cris Con a acusou de um calote de R$ 15 mil por seus serviços. Além dos fornecedores da festa infantil, a consultora de negócios também captou parcerias para a reforma da casa de Perlla — cerca de R$ 200 mil em móveis, materiais de construção e também itens de decoração. Em troca, a artista deveria divulgar as marcas em seu Instagram e não cumpriu com o acordo.

Procurada por nossa reportagem, Perlla não quis se manifestar sobre as acusações.

POR REDAÇÃO

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

INSTAGRAM

FACEBOOK 

YOU TUBE