Zaady

Britney diz que não vai se apresentar nos palcos enquanto estiver sob tutela do pai

Em um pôster publicado em uma rede social na madrugada do último domingo, 18, a cantora Britney Spears afirmou que não pretende voltar aos palcos tão cedo, com “meu pai controlando o que eu visto, digo, faço ou penso”.

Segundo a artista, ela fez isso pelos últimos 13 anos e prefere compartilhar vídeos cantando e dançando da sala de estar dela, do que estar em um palco de novo. “Essa tutela matou meus sonhos”, escreveu ela.
A princesinha do pop está sob a guarda legal do pai, Jamie Spears, desde 2008. Ele tem controle sobre a vida, os negócios e a fortuna da cantora. No último dia 14, ela teve uma vitória jurídica ao obter autorização para contratar o próprio advogado em sua batalha contra a tutela.

A juíza Brenda Penny permitiu que a cantora contrate o advogado Mathew S. Rosengart para representá-la no caso. De acordo com o jornal ‘New York Times’, Rosengart, um advogado conhecido em Hollywood e antigo promotor federal, deve tomar uma postura mais agressiva em relação ao fim da tutela.

No desabafo, publicado em seu perfil oficial no Instagram, Britney disse que não vai “colocar maquiagem pesada e me esforçar no palco de novo e não poder fazer as negociações reais dos remixes das minhas músicas por anos e implorar para colocar minhas novas músicas no meu show para os meus fãs. Então, eu renuncio”.

No texto, a mesma ainda afirmou não gostar que sua irmã, a também atriz Jamie Lynn, apareça em um show de premiação e apresente “remixes das minhas músicas”. “O meu assim chamado sistema de apoio me machucou profundamente”, escreveu Britney. Em 2017, Jamie Lynn participou de um show de tributo a Britney durante o Radio Disney Music Awards.