Zaady

Atriz revela que foi embriagada e estuprada “a noite inteira” por ator famoso e revela o seu nome

A atriz que revelou o ocorrido foi Iris Bruzzi, que esteve nos últimos anos na Record TV, onde fez algumas novelas e saiu movendo uma ação judicial contra a emissora.

O seu abusador foi o também ator e comediante Castrinho, com quem ela diz mantém uma boa relação hoje em dia. Bruzzi até riu ao falar o caso para Antonia Fontenelle, no YouTube.

reprodução internet

“Castrinho, você achou que você fosse morrer antes de eu entregar você, explanar você pro mundo? Castrinho, ainda bem que agora, depois dessa história, eu hei de nunca precisar de você cuidando de mim, por que olha o que você fez com a Bruzete”, falou Antonia.

“Você sabe que eu não bebo nada, né? Eu fui com Castrinho e fomos fazer videotape, aí fomos lá, fizemos o nosso numerozinho, foi tudo bem… quando acabou, o dono da televisão, muito gentilmente, nos convidou para jantar… e eu, que não bebo nada, tomei 5 daiquiris (tipo de bebida alcoólica) seguidos, por que eu não sabia o que era daiquiri, que era novidade aqui (no Brasil), e eu pensei que era um refresco. Tomei cinco!”, disparou.

“Aí fiquei sabendo no dia seguinte que saí carregada pelo dono da TV. Só que (fomos pro hotel) e eu adoro o Castrinho, e continuei, apesar de tudo, gostando muito dele…”, disse Bruzzi, que foi interrompida por Fontenelle.

Antonia ainda acrescentou: “Sorte sua que foi naquela época, hein, Castrinho, porque se fosse hoje você tava lascado”. E Iris disse que, lúcida, não se deitaria com o ator “Eu não ia deixar, Castrinho, eu não ia deixar”.

“Aí fomos pro nosso hotel, em Recife, e eu tinha pedido que queria que o meu apartamento tivesse comunicação com o dele, por que nós éramos muito amigos, né? E aí, a verdade é que o Castrinho me comeu a noite inteira”, disse Iris.

“Eu acordei sentindo como se tivesse uma colmeia de abelha, um pouquinho melada… Aí ele falou: “Olha, Bruzzi, eu não resisti e tive que te comer porque você é linda demais e você não ia dar mesmo em sã consciência pra mim…”, confessou ela.

Por André Zaady