Zaady

Acusado de desvio e lavagem de dinheiro, padre Robson é proibido de aparecer na televisão

Acusado de desvio e lavagem de dinheiro de doações de inúmeros fiéis, o padre Robson, apresentador da Rede Vida, foi proibido pela Arquidiocese de Goiânia de aparecer na televisão sob qualquer circunstância. No programa ‘Divino Pai Eterno’, o líder religioso fazia reflexões a partir de trechos da bíblia, mas agora está afastado do trabalho desde que começou a ser investigado pelo Ministério Público de Goiás.

A operação Vendilhões, deflagrada no dia 21 de agosto, fez buscas e apreensão em vários imóveis ligados a Robson, que teria comprado diversas fazendas, aviões e casas usando a verba destinada à construção de uma basílica em Trindade, no estado goiano. Apresentador de missas realizadas pela Rede Vida, o padre deve ficar fora de qualquer transmissão de TV, rádio e internet até, pelo menos, dia 23 de janeiro de 2021. As informações são do jornal Extra.

“A denúncia está causando escândalo entre os fiéis, está prejudicando a vida pastoral do Santuário do Divino Pai Eterno, a comunhão eclesial e a boa reputação do próprio sacerdote”, diz um trecho da limitação do exercício ministerial expedida pela Arquidiocese de Goiânia.

A medida foi tomada com o intuito de preservar a imagem da igreja local, além de amenizar a crise protagonizada pelo padre, que também foi proibido de dar entrevistas para veículos da imprensa. No domingo, 23, o sacerdote conversou com a reportagem do Fantástico, da TV Globo, e se defendeu das acusações.

A proibição de representar a Igreja também impede o mesmo de celebrar missas e de usar o hábito eclesiástico. Desde seu afastamento, a emissora que trabalha tem feito um rodízio de padres na apresentação do programa para substituir Robson. Nossa reportagem tentou contato com o canal, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.

Padre Robson é suspeito de falsificação de documentos, associação criminosa, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Ele virou alvo de investigação do Ministerio Público após o próprio denunciar que estava sofrendo chantagem de hackers. As autoridades acharam suspeito um padre conseguir movimentar facilmente cerca de R$ 2,9 milhões. Um dos hackers, inclusive, é apontado como um affair do católico.

POR REDAÇÃO

Siga o Portal Zaady nas redes sociais:

INSTAGRAM

FACEBOOK 

YOU TUBE